Carl Sagan escrevendo verdades irrefutáveis, vendeu muito menos livros que Paulo Coelho escrevendo bobagens irrefutáveis…

 CarlSagan2

CarlSaganAnnDruyanCarl Sagan e Ann Druyan quando jõvens

CARL SAGAN – escreveu, dentre mais de 100 livros fantásticos e artigos notáveis, “O CÉREBRO DE BROCA”, “O MUNDO DOMINADO PELO DEMÔNIO” e “COSMOS”

“O Cérebro de Broca” talvez seja o livro onde Carl Sagan chega mais próximo da fronteira entre a ciência e a religião, esta última no seu sentido mais espiritual, não tradicionalista e dogmático. Também dedica um bom espaço ao modo de lidar cientificamente com a pseudo-ciência e charlatões. O título refere-se ao anatomista francês Paul Broca, que estudou extensivamente o cérebro humano e as relações de suas áreas com funções do corpo, inclusive dando nome a Área de Broca, uma região cerebral responsável pela articulação da linguagem. Para tanto, reuniu em seu laboratório um grande número de cérebros, conservados em formol, onde boiam até hoje, inclusive o cérebro do próprio Broca. Além disso, o livro trata dos limites de nosso conhecimento, da organização do cosmos em leis físicas, de experiências de quase-morte e de literatura de ficção científica, incluindo o mais extenso e dedicado debunking que “Mundos em Colisão” jamais viu. Menos conhecido que outras obras de Sagan, mas no entanto sem nada a dever em relação a estas, “O Cérebro de Broca” é um livro que merece ser lido

A humanidade, com medo de demônios imaginários, perde seu tempo rezando…

Cosmos gerou vídeos famosos durante meses nos USA.

Colocarei os dois primeiros livros aqui no blog proximamente…

Quem não leu Cosmos, nem viu o filme, pergunta pra quem viu e leu…

 

Advertisements

Sobre liciomaciel

Velejador
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Uma resposta a Carl Sagan escrevendo verdades irrefutáveis, vendeu muito menos livros que Paulo Coelho escrevendo bobagens irrefutáveis…

  1. Eduardo diz:

    B. nte,

    Li o livro em 1987, eu tinha 21 anos. No entanto se não se lembra, há um capítulo onde o autor menciona sobre a “morte” de um paciente no hospital e que após milésimos de segundos ao voltar à vida, descreve a sensação de ter estado fora do corpo. Pois bem, essa passagem, no livro, é atribuída ao cérebro, porém discordantemente, há muitos anos existe a comprovação de que fatos como esse está relacionado à alma e não ao cérebro. Carl Sagan foi um gênio da ciência, mas como todo ateu, incapaz de perceber o sentido e a existência da alma (uma pena). Há muitos relatos de pessoas que estiveram em situação como a do paciente no HPS e viram isso ou aquilo em determinado lugar, sem nunca ter estado lá corporalmente, isso não é atribuição material, mas espiritual.

    Att,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s