63 ANOS, NO MÍNIMO, DE DEDICAÇÃO INTEGRAL À PATRIA

aman

É SEMPRE BOM LEMBRAR

Nosso encontro na noite de 6 Nov no Clube Militar na Lagoa teve uma presença acentuada de 56 pessoas ( 1 “Ten”, 21 colegas, 15 esposas, 6 víúvas, 2 filhos, 4 filhas, 3 netos e 4 acompanhantes), como se segue : 17 Inf ( Ulysses com as filhas Janine, Valéria e neto Guilherme , Nilo com Letícia, Boucinha com Iolanda, Dylson com Deli, Cid, Gusmão, Maria Helena do Enedino com 2 netos, e eu com Ofélia ), 6 Cav ( Romero com Laura, Castro Silva com Clarice e filha Tatiana, e Leibinitz ),  26 Art ( “Ten” Noronha, Gouvêa com Jaisse, Bérgson com Elouise,  Renato com Célia, Távora com Neyde, Nivaldo com Vera, Jayme com Carmen, Lício com Leda, Murilo com Cristina,  Hélio Affonso, Sardenberg, Lucy do Cintra Vidal com amiga, Theresa do Vital Ribeiro, Clélia do Bismarck com filha e filho com esposa), 5 Eng ( Iran com Itacyra, Maria Helena do Souza Pinto, e  Sergio filho do Freitas Bastos com esposa “Guida” ) e 2 IEx ( Edna do Gildo com Marluce ). É impressionante o acentuado acompanhamento de tantas viúvas, filhos e netos, bem como de ex- instrutor, que temos tido ao longo dos anos ! Mostra bem o apoio físico e espiritual que tivemos ao longo da vida militar e ainda temos já na reserva  ! ! !

SOMOS FELIZES  ! ! !  Abs do Ney Machado- Coordenador Geral da TURBRAN

AMAN – 1952 – TURBRAN – TURMA BARÃO DE RIO BRANCO – PATRONO DE FATO: CAP JARBAS GONÇALVES PASSARINHO
  DE RECIFE:

Turma.

Linda a nossa comemoração do Aspirantado. Linda pelo presente das presenças dos ENG. Ivany (e Bete), ENG. Magalhães (e Romilda), INF. Agrippino (e Salisa), INF. Nova da Costa (e Maria Lúcia), CAV Silveira (e Lyli), além dos da terra, ENG. Niltton (e Epiphânia), ART. Vilarinho (e Dulce), eu e a Myriam. No dia 6 fomos para João Pessoa, a prosaica capital paraibana e lá visitamos museus, a tarde reservada para o espetáculo que é um sujeito num barquinho, ao pôr do sol, tocando num sax o Bolero de Ravel em pleno e calmo Rio Paraíba. As cores, a música e a inspiração da gente se mistura e dá saudade, não sei de quê…
No dia 7 ficamos no Recife, vistamos os dois imponentes museus dos Brennand (um, o Francisco, é escultor e pintor e o outro, Ricardo, é colecionador enrustido: que maravilha sua coleção de quadros, tapetes, armas brancas, esculturas e sei lá mais o quê…).
À tardinha, passeamos pelo Capibaribe desfrutando a iluminação da cidade, seus pontos turísticos e à noite fomos jantar num restaurante típico. Aí apareceu o INF. Clidenor, acompanhado do filho, e foi emocionante o abraço dele no INF. Agrippino: ambos embaçaram os olhos e nós também. Despedidas, abraços, julgamos dignamente comemorado o nosso 6 DE NOVEMBRO.
Ah! No ônibus, indo para João Pessoa, cantamos juntos o Hino da AMAN, selando o respeito à festa magna da Declaração de Aspirantes.
Pois foi assim!
Abraço grande.

Ilo Barreto

tURBRAN2

Sobre liciomaciel

Velejador
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s