CORONEL CARLOS ALBERTO BRILHANTE USTRA – piorou seu estado de saúde

14 de outubro de 2015

ADENDO: ACABEI DE FALAR COM A ESPOSA DO CORONEL USTRA, EM BRASÍLIA, SRA. JOSEÍTA, QUE ME INFORMOU O PASSAMENTO DO CORONEL HOJE DE MADRUGADA. A FAMÍLIA MILITAR, PORTANTO, ESTÁ DE LUTO PROFUNDO, CONSTERNADA, PELO PASSAMENTO DE SEU GUERREIRO MAIOR DA LUTA CONTRA OS APÁTRIDAS TERRORISTAS, MUITOS INFILTRADOS NO ATUAL GOVERNO DO PAÍS. QUE A ALMA  DO CORONEL CARLOS ALBERTO BRILHANTE USTRA DESCANSE EM PAZ.

***********************************************************************************

Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra está baixado em hospital em Brasília, que deve fornecer boletim às 10 h de hoje.

Nascido em Santa Maria (RS) em 28 de julho de 1932, o Coronel Ustra foi chefe, eficiente e patriótico, entre 1970 e 1974, do Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna (Doi-Codi) do II Exército, período mais intenso da luta armada urbana contra os comunistas ensandecidos, que desejavam mais uma vez assumir o Governo para tornar o Brasil satélite de Moscou (comunista), com apoio de Havana.
Devotou sua vida, sacrificando sua família, para o bem da Nação e ao Exército, com abnegação extrema.
O reconhecimento que teve foi que a Instituição  (Albuquerque e Peri) e o atual cmt (Villas Boas),  lhe deram as costas, por covardia, deixando-o sozinho jogado às hienas vermelhas que pululam no atual desgoverno.
O Coronel Ustra, herói nacional, perdeu a consciência por doença grave, sem ver o Brasil livre das feras vermelhas que tanto combateu e derrotou. Ele, e seus comandados igualmente heróis, repassaram um Exército moralmente elevado. As novas gerações, que não conheceram a sanha dos fanáticos seguidores de Guevara e Fidel, entregaram, por covardia ou interesses escusos, ao inimigo número um das nações democráticas, toda a hombridade da Instituição. Pagarão muito caro por isso, junto com o atual  infeliz povo brasileiro.
CelUSTRA
Queira Deus que não.
13/12 – Mensagem de um cadete da AMAN
Diariamente recebo vários e-mails, a maioria de jovens. Entre eles, muitos cadetes da AMAN, universitários das diversas regiões do país, professores e alguns formadores de opinião.
O e-mail que a seguir transcrevo é o 34º que recebo este ano, vindo de cadetes da AMAN:
 “Cel Carlos Alberto Brilhante Ustra
Sou Cadete da Academia Militar das Agulhas Negras. Sei que sou muito moderno para afirmar algo, mas tenho a impressão que  não é dada muita importância a esclarecimentos sobre o Regime Militar.
Li o livro do Sr., gostei muito das informações que colhi e foi fundamental para limpar da minha mente toda a mentira contada pela esquerda , desde que me entendo por gente. Eu mesmo quando no ensino médio tinha uma tendência ao marxismo, devido a tanta mentira e ilusão que os vermelhos pregam.
Sei que muitos cadetes na AMAN não conhecem a verdade sobre esse período da nossa história, e o pior é que essa nova geração de cadetes são os nascidos no pós regime, então tudo o que sabemos é o que nos falam, no caso o que a maioria aprendeu na escola, sobre os heróis  que lutaram pra derrubar a ditadura tirana dos militares. É muito importante que tenhamos os esclarecimentos necessários.
Enfim, na AMAN são feitas conferências sobre temas diversos e eu acho que seria muito importante uma conferência que abordasse o Regime Militar.
Parabéns pelo seu livro, ele foi fundamental para mim.
Obrigado Sr. Cel”
Em 1964, eu era capitão, tão desinformado quanto este cadete. Mas tinhamos como Chefe do Estado Maior do Exército um homem de grande visão, o general Castello Branco.
Todo o Exército, especiamente a tropa, passou a receber os famosos “Amarelinhos”, elaborados pelo EME.
Eram umas apostilhas com cerca de cinco ou seis páginas, distribuidas semanalmente. Nelas estavam contidas informações a respeito da situação política do momento, dos perigos do comunismo.  Não atacava o governo João Goulart .Apenas nos informava  sobre a nossa verdadeira história. Eram informações valiosas que serviam para nos orientar. Sua leitura para os quadros e até para os soldados era obrigatória.
 Foi o que abriu a minha mente para tomar a decisão acertada quando passei a integrar o grupo que, aumentando a cada dia,  possibilitou a vitória em 31 de março de 1964.
Por outro lado, as datas importantes da nossa história, os nosso heróis, o civismo, o amor à Patria e à Bandeira passaram a ser lembrados com mais calor e entusiamo.
Nessa época, fui designado pelo meu comandante para fazer uma palestra sobre a Intentona Comunista de 1935. Eu não sabia de quase nada do que se passara e,  enquando me preparava, com espanto, tomei conhecimento da   verdade.
Todos sabemos das consequências do completo mutismo do Exército a respeito deste importante período da nossa História. Hoje, predomina a “verdade” contada pelos vencidos que, com inteligência. conseguiram dominar as universidades e os postos chaves ocupados pelos  formadores de opinião.
Atualmente, a muito custo e lentamente, grupos de pessoas contrárias aos comunistas que hoje estão no poder, começaram uma reação que vem aumentando a cada dia
Seria muito importante que o Exército, nos  currículos das nossas escolas de formação, dos nossos colégios militares, e da tropa,  debatesse o período, fizesse palestras mostrando  a verdade, nada além da verdade, sobre o regime militar
Infelizmente, esta não é a visão de muitos dos nossos atuais chefes militares.
***************************************************************************
***************************************************************************
Data: 15/10/2015 11h11min54s UTC

De OJBR

Na madrugada de hoje, 15 de outubro, faleceu em Brasilia, vítima de pertinaz moléstia, meu querido amigo e irmão de armas. Seu último combate foi travado com o estoicismo e a coragem dos verdadeiros Soldados, contando sempre com o inestimável apoio da sua esposa e filhas.

Espero que o seu amado Exército reconheça, embora tardiamente, os inestimáveis serviços prestados à Pátria por esse brioso Soldado.

Declaro aqui, como última homenagem, o orgulho em tê-lo tido como amigo.

À Jô, Patrícia e Renata, meus sentimentos mais sinceros. 

Barros

***************************************************************
***************************************************************

Penaverde
woodstone39@gmail.com
189.54.241.238

Descanse em paz Comandante , agora o Sr. está sob o comando do verdadeiro Senhor dos Exércitos e Este não abandona os seus .
Deus abençoe muito a sua família , porque dela saiu um herói .
Perdoe a nossa covardia , mas , este é o exército de hoje .
Ao se apresentar ao Senhor procure também ao Enio e lhe dê um grande abraço .

Saudades .

Mostrar mais detalhes
Tony
bahianocomh@hotmail.com
177.175.103.217

Que descanse em paz! Infelizmente, ao que parece, sua luta e seus esforços para proteger a nação foram em vão, pois o país foi entregue de bandeja aos comunistas com a tal “redemocratização”, sem que a necessária limpeza fosse feita e o ambiente cultural saneado. E ainda teve o dissabor de, no fim de seus dias, ser achacado publicamente, com a conivência criminosa, por omissão de verdadeiros bandidos no comando das FFAA.

Sobre liciomaciel

Velejador
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

4 respostas a CORONEL CARLOS ALBERTO BRILHANTE USTRA – piorou seu estado de saúde

  1. Tony diz:

    Que descanse em paz! Infelizmente, ao que parece, sua luta e seus esforços para proteger a nação foram em vão, pois o país foi entregue de bandeja aos comunistas com a tal “redemocratização”, sem que a necessária limpeza fosse feito e o ambiente cultural saneado. E ainda teve o dissabor de, no fim de seus dias, ser achacado publicamente, com a conivência criminosa, por omissão, de verdadeiros bandidos no comando das FFAA.

  2. Penaverde diz:

    Descanse em paz Comandante , agora o Sr. está sob o comando do verdadeiro Senhor dos Exércitos e Este não abandona os seus .
    Deus abençoe muito a sua família , porque dela saiu um herói .
    Perdoe a nossa covardia , mas , este é o exército de hoje .
    Ao se apresentar ao Senhor procure também ao Enio e lhe dê um grande abraço .

    Saudades .

  3. Meu respeito a um homem que cumpriu seu dever patriótico. Homem de um tempo em que bandido era bandido e justiça era justiça. Descanse em paz caro Carlos Alberto Brilhante Ustra.

  4. Milton Vergueiro diz:

    Homem digno e grande combatente ao inimigo vermelho, não se acovardou na tal comissão da verdade, afirmando que não faria acareação com terrorista. Descanse em paz, coronel!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s