DESPERTA BRASIL!!!

abreguia

Por Aluisio Madruga de Moura e Souza

A Nação Brasileira Precisa Despertar!

Este artigo é dedicado àqueles que não viveram antes e por esta razão desconhecem as causas que deram origem a Contrarrevolução de 1964. “Naquela época a nossa mídia era dotada de um alto grau de independência e de nacionalismo e o seu patriotismo era genuíno e consciente. Hoje, vendida e venal” (Jornal Inconfidência).

Qual a razão do Partido dos Trabalhadores está agitando uma Nação que foi pacificada pela Lei de Anistia? Trata-se de irresponsabilidade, revanchismo, ou de uma quarta tentativa de implantação do comunismo entre nós?

Desde que o comunismo passou a influir na política brasileira a partir de 1922, com o objetivo de implantar a ditadura do proletariado em nossa Pátria, foram três as tentativas de tomada do poder: – em 1935 por intermédio da Intentona Comunista; em 1964 com os comunistas alinhando-se a uma parcela da burguesia; e, posteriormente, por meio da violência revolucionária, quando a tônica foi o emprego da luta armada com atentados seletivos ou não, seqüestros de diplomatas estrangeiros, assaltos a bancos, a hospitais, roubos de carros, sequestros de aviões e, por fim, para sobreviverem, até ônibus foram assaltados. Para tanto, mataram trabalhadores e outros cidadãos, sem piedade, durante sua ações e em muitos casos também assassinaram reféns e justiçaram companheiros por ousarem discordar, em algum momento, do grupo. Os exemplos são vários e conhecidos. Só os ignoram os interessados em nega-los.

O governo Contrarrevolucionário, buscando pacificar a Nação lhes outorgou em 1979 uma Anistia Ampla, Geral e Irrestrita, portanto muito além do que reivindicavam. Mas os comunistas desconhecem o que seja viver em paz e o que seja respeitar o direito do contraditório e, embora preguem a democracia, desconhecem o real significado da palavra. Aliás, como desconhecem quase tudo o que alardeiam.

Tendo o PT – partido que abriga quase a totalidade das organizações de esquerda existentes no Brasil e que se dizia à prova da corrupção e que no partido não deixava ninguém roubar – alcançando o governo por meio de um processo eleitoral legítimo, em muito pouco tempo, deu início a nova tentativa de implantação de uma ditadura de esquerda, agora por ação direta do ex-Ministro Chefe da Casa Civil que passou por intermédio da corrupção a comprar a consciência de várias autoridades nos diversos setores da vida pública e privada do nosso país. Os órgãos de imprensa escrita, falada e televisada, a partir do mês de maio de 2005, confirmam esta assertiva. E a busca desta compra de consciência tinha e continua tendo um único objetivo: fortalecer o PT e o governo para que este possa, a sua maneira, implantar o partido único entre nós. E que maneira é esta? Entorpecendo o povo brasileiro com o canto das sereias e, em particular, os menos favorecidos dando-lhes o vale-alimentação, vale-escola e outros favores, ou seja, oferecendo aos pobres o peixe sem ensinar-lhes a pescar.

Por outro lado, uma grande parte das autoridades constituídas e outros setores das elites brasileiras estão corrompidos e fingem estar sofrendo de amnésia por também terem sido compradas pelo vale-esquecimento recheados de favores para si e seus dependentes.

E assim, o Partido dos Trabalhadores vem destruindo o que ainda resta de altivez na nação brasileira e em seus filhos. Na contra-mão de tudo o que sempre pregaram e/ou condenaram somos obrigados a conviver com a tragédia nacional da criminalidade e insegurança, da deseducação e da falta de estrutura do Sistema de Saúde entre tantos, e, em breve, muito breve, da fome – de todos bebendo da mesma água no mesmo poço. Então, do caos se erguerá a nova ordem imposta pelo “pt” que será único. Aleluia!

E a oposição está e permanecerá muda, insana. Até quando? Mas afinal, que oposição? Quem é esta oposição que não mostra a cara? Será que existe uma? Ou será que ela está escondida? Está escondida sim! Encobre o rosto, podendo ter o pescoço puxado a qualquer momento sempre que o “governo”, ou melhor, os “interessados” precisarem, pois a grande maioria também está com as mãos sujas. A que ponto chegamos!

E o “pt” que “sempre” foi tão avesso ao “pacto da mediocridade”, ao “populismo”, ao “maniqueísmo”, ao “toma-lá-dá-cá”. Bem, tudo isto é História! Palavreado! Decoreba!

Os militares, dentre os quais me incluo, sempre entenderam a importância do respeito ao princípio da hierarquia e aprenderam que o comandante ou chefe é responsável por tudo que acontece ou deixe de acontecer sob seu comando. Aprenderam muito mais e, principalmente, que cabe ao comandante ou chefe defender seus subordinados e os interesses da unidade ou grande unidade que comanda. Este, o motivo da atual decepção de muitos militares e, também de civis, ao verem o Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra sendo processado injustamente por um grupo de comprovados ex-terroristas, por desempenhar missão constitucional imposta pelos seus comandantes da época e o descaso total da Força, pelo menos até hoje, insistindo em lavar suas mãos. Ficaram decepcionados ao tomarem conhecimento pela imprensa da intenção do governo em repassar verba para uma ONG( órgão de fachada do PC do B), para que esta construa um memorial na cidade de Xambioá em homenagem aos guerrilheiros do Araguaia que pegaram em armas contra o regime estabelecido (e que ainda continua sendo o mesmo), com o dinheiro do contribuinte, enquanto a Força também lava suas mãos. Trata-se, esta e outras que estão ocorrendo, sem sombra de dúvidas, de homenagens inoportunas e descabidas. Nos fazem lembrar “Sucupira”, espaço ficcional de obra de Dias Gomes. Lá tudo era verossímil, possível e compreensível. Ora, são pessoas que pegaram em armas por opção, mataram vários militares e civis que agiam no cumprimento do dever e hoje vivem se auto – endeusando com o apoio do governo e de uma parte da mídia infiltrada ou que se vende ao vil Metal.

Então pergunta – se: que exemplo os Comandantes estão dando aos seus subordinados, senão o de que o militar não deve cumprir ordens superiores, mesmo que para defender sua pátria de agressões internas ou externas, porque estará correndo o risco de ser um possível e novo Coronel Ustra, entregue aos revanchistas por quem cabe por direito e obrigação defendê-lo? É o incentivo ao descumprimento de ordens superiores. É o incentivo ao crime militar. Que decepção! Ainda bem que os homens passam e o Exército Brasileiro vai permanecer, embora o atual governo esteja fazendo de tudo para transformá-lo em guarda nacional. Tudo isto é, no mínimo, paradoxal.

Entendo que nós, verdadeiramente democratas, civis e militares patriotas, já não podemos continuar apenas trocando e-mail.Temos que comparecer diante de nossos representantes, estejam eles na Caserna, no Congresso, na Justiça e em outros setores e exigirmos posicionamentos claros e precisos. Não se trata de fazer nenhuma revolução. Trata-se, isto sim, de mostrarmos aos nossos representantes(militares e civis) que eles estão nos cargos para, por intermédio de palavras e ações, defenderem as Forças Armadas, defenderem o Congresso Nacional, a Justiça e a Nação, nunca interesses particulares como vem ocorrendo no atual momento político brasileiro. E vejam bem. Não confundamos patriotismo com militarismo ou com torcida da Seleção Brasileira em Copa do Mundo. Escrevo para aqueles que são patriotas em qualquer situação e a qualquer preço.

Em verdade, os terroristas e guerrilheiros de ontem estão criando uma nova Memória Nacional que está sendo apresentada para os mais jovens e que talvez venha prevalecer em lugar da verdadeira que está praticamente esquecida.

Ou vamos agir como cidadãos, ainda mais presentes, no que diz respeito às causas da democracia, diferentemente do que temos feito até agora, ou seremos queimados na fogueira da nossa vergonhosa apatia e silêncio que só é quebrado por intermédio de e-mail. Está na hora de ultrapassarmos este estágio.

Finalmente deixo algumas questões para reflexão:

– Quando alguém declara que não foi preciso estudar para tornar-se Presidente da República, que argumentos estamos utilizando hoje para estimularmos nossos jovens a estudar?

– Se um militar é acusado, julgado, execrado por ter cumprido ordens superiores, cumprido com o seu dever, colocado a sua vida a serviço da Pátria, sem ser agora defendido por quem deveria fazê-lo, como manter a ordem e a disciplina na tropa se necessário?

– Se o militar sabe hoje, por exemplo superior, que estará sozinho se tiver que responder criminalmente por atos de serviço, no cumprimento do dever, quando necessário o que será que vai acontecer? Não temos dúvidas que tudo isto é um desestímulo ao cumprimento de ordens. É este o plano do governo? O caos? A falência total das instituições, a quebra da disciplina?

– Quando um ex-terrorista, ex-assaltante político e portanto ex-criminoso de ontem, por força de uma Anistia que lhe foi concedida torna-se autoridade governamental e recebe majestosas quantias de indenização( dinheiro do contribuinte já tão esquecido e enfraquecido) por alegar ter sofrido pretensa tortura, maus tratos e etc, pergunta-se:

– Quem o obrigou a ser terrorista? Quem obriga quem a ser marginal?

– Em que lugar do planeta Terra se trata ex-terrorista a pão-de-ló, exceto atualmente no Brasil?

– Se os terroristas de ontem tinham uma causa que julgavam justa, as Forças Armadas tinham uma que considera-se NOBRE, ou seja, a defesa, a qualquer preço, da Pátria, das Instituições, da Liberdade, da ordem. Seus representantes não estavam lá por opção; estavam cumprindo seu dever, oferecendo-se em sacrifício para que a ORDEM vigente fosse preservada.

Já refletiram sobre o fato de que a moda está pegando?

Neste momento, criminosos que estão enjaulados nas Penitenciárias de Segurança Máxima não são inimigos ideológicos, mas são inimigos, sociais e públicos da Nação. Se, de repente, os “ventos” mudarem poderão virar heróis, ministros, mártires e milionários porque, certamente, o Estado pagar-lhes-á polpudas indenizações por suas “perdas”.

Qual é a diferença?

Quais os valores que às famílias dos militares, dos policiais militares, policiais civis e simplesmente civis mortos em atentados ideológicos realizados por estes que hoje se dizem inocentes receberam de indenizações até hoje do Estado? Esta é uma pergunta que não quer calar. Que Estado é este?

A CONTRARREVOLUÇÃO DE 1964, jamais será esquecida pois como declarou o Presidente Castello Branco em seu discurso de 21/04/1964, ela não se fêz para manter privilégios de quem quer que seja, mas para em nome do povo, e em seu favor, democratizar os benefícios do desenvolvimento e da civilização.

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para DESPERTA BRASIL!!!

  1. Sérgio disse:

    Parabéns pelo texto. Conseguiu imprimir na tela, com clareza, a infeliz situação atual deste país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s