EXIGIMOS UMA REAÇÃO FIRME

Estamos cansados desses generais covardes, apagados.

MENSAGEM AOS ASSOCIADOS

O Clube Militar dirige-se a seus Associados Militares da Ativa e da Reserva das Três Forças Armadas e Civis, para esclarecê-los e reafirmar sua posição, recentemente divulgada, em face de preocupações provocadas pelos pronunciamentos de autoridades governamentais, uma das quais vai de encontro a decisão do Supremo Tribunal Federal, pela manutenção da Lei da Anistia. Estão sendo veiculadas opiniões, sentimentos e declarações que não retratam a realidade dos fatos, tentado criar a desarmonia e a divisão. Não é verdadeiro que o presidente do Clube Militar tenha recebido ordens do Comandante do Exército para retirar a matéria do “site”, que em nenhum momento infringiu a hierarquia, a disciplina ou qualquer preceito da nossa constituição. Houve uma conversa sobre o assunto, sem pressões, como acontece entre camaradas unidos pelo mesmo ideal. A decisão foi pessoal do presidente, por entender ser o procedimento mais adequado naquele momento, uma vez que a discussão do assunto já tomara corpo na sociedade. A retirada do documento da página do Clube não significou recuo nem que se desistiu de lutar, mantendo as tradições de 125 anos da “Casa da República”, que jamais serão maculadas. Gen Ex Renato Cesar Tibau da Costa Presidente do Clube Militar

Não há como justificar tal procedimento, diante de uma agressão que já se faz constante. Tal desmoralização, sem reação máscula, firme, será transferida integralmente À TROPA, a TODOS OS MILITARES, TANTO DA ATIVA COMO DA RESERVA:

EXIGIMOS A RECOLOCAÇÃO DO MANIFESTO ORIGINAL NOS ESPAÇOS VIRTUAIS DOS CLUBES!!!

A Presidente da República não desautorizou as declarações públicas, ALTAMENTE ofensivas, de suas Ministras, preferindo tentar repreender os Presidentes dos Clubes Militares.

A Ministra Chefe da Secretaria de Direitos Humanos (sic) da Presidência da República, Maria do Rosário Nunes, que já calara a Polícia Militar de São Paulo (Site da Rota – Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), agora colocou as patas sobre os Comandantes da Forças, três oficiais Quatro Estrelas da Ativa das FFAA.   Estes, como sempre estamos cansados de ver subservientemente, vergonhosamente, completaram a ação sobre os dóceis Presidentes de Clubes representativos das Três  Forças.

EXIGIMOS RECOLOCAREM O MANIFESTO NOS PORTAIS DOS CLUBES MILITARES, DE ONDE JAMAIS DEVERIA TER SAÍDO.

Constata-se uma triste realidade: Uma  desqualificada senhora, de passado sujo, segundo ela mesma, se não satisfeita, provoca uma ordem de sua companheira de cela e  todos se curvam e obedecem subserviente e cegamente.

Vão ser cagados assim na casa da pqp.

E, O PIOR, É QUE VAI FICAR POR ISSO MESMO!

Ten Cel EB REFORMADO LICIO MACIEL

(CORROBORANDO a mensagem do César Souza).

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

“ELES QUE VENHAM. POR AQUI NÃO PASSARÃO!

Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Vários Militares

Este é um alerta à Nação brasileira, assinado por homens cuja existência foi marcada por servir à Pátria, tendo como guia o seu juramento de por ela, se preciso for, dar a própria vida. São homens que representam o Exército das gerações passadas e são os responsáveis pelos fundamentos em que se alicerça o Exército do presente.

Em uníssono, reafirmamos a validade do conteúdo do Manifesto publicado no site do Clube Militar, a partir do dia 16 de fevereiro próximo passado, e dele retirado, segundo o publicado em jornais de circulação nacional, por ordem do Ministro da Defesa, a quem não reconhecemos qualquer tipo de autoridade ou legitimidade para fazê-lo.

O Clube Militar é uma associação civil, não subordinada a quem quer que seja, a não ser a sua Diretoria, eleita por seu quadro social, tendo mais de cento e vinte anos de gloriosa existência. Anos de luta, determinação, conquistas, vitórias e de participação efetiva em casos relevantes da História Pátria.

A fundação do Clube, em si, constituiu-se em importante fato histórico, produzindo marcas sensíveis no contexto nacional, ação empreendida por homens determinados, gerada entre os episódios sócio-políticos e militares que marcaram o final do século XIX. Ao longo do tempo, foi partícipe de ocorrências importantes como a Abolição da Escravatura, a Proclamação da República, a questão do petróleo e a Contra-revolução de 1964, apenas para citar alguns.

O Clube Militar não se intimida e continuará atento e vigilante, propugnando comportamento ético para nossos homens públicos, envolvidos em chocantes escândalos em série, defendendo a dignidade dos militares, hoje ferida e constrangida com salários aviltados e cortes orçamentários, estes últimos impedindo que tenhamos Forças Armadas (FFAA) a altura da necessária Segurança Externa e do perfil político-estratégico que o País já ostenta. FFAA que se mostram, em recente pesquisa, como Instituição da mais alta confiabilidade do Povo brasileiro (pesquisa da Escola de Direito da FGV-SP).

O Clube Militar, sem sombra de dúvida, incorpora nossos valores, nossos ideais, e tem como um de seus objetivos defender, sempre, os interesses maiores da Pátria.

Assim, esta foi a finalidade precípua do manifesto supracitado que reconhece na aprovação da Comissão da Verdade ato inconseqüente de revanchismo explícito e de afronta à lei da Anistia com o beneplácito, inaceitável, do atual governo.

Assinam, abaixo, os Oficiais Generais por ordem de antiguidade e os Oficiais superiores por ordem de adesão.

OFICIAIS GENERAIS

Gen Gilberto Barbosa de Figueiredo

Gen Amaury Sá Freire de Lima

Gen Cássio Cunha

Gen Ulisses Lisboa Perazzo Lannes

Gen Marco Antonio Tilscher Saraiva

Gen Aricildes de Moraes Motta

Gen Tirteu Frota

Gen César Augusto Nicodemus de Souza

Gen Marco Antonio Felício da Silva

Gen Bda Newton Mousinho de Albuquerque

Gen Paulo César Lima de Siqueira

Gen Manoel Theóphilo Gaspar de Oliveira

Gen Elieser Girão Monteiro

OFICIAIS SUPERIORES

T Cel Carlos de Souza Scheliga

Cel Carlos Alberto Brilhante Ustra

Cel Ronaldo Pêcego de Morais Coutinho

Capitão-de-Mar-e-Guerra Joannis Cristino Roidis

Cel Seixas Marques

Cel Pedro Moezia de Lima

Cel Cláudio Miguez

Cel Yvo Salvany

Cel Ernesto Caruso

Cel Juvêncio Saldanha Lemos

Cel Paulo Ricardo Paiva

Cel Raul Borges

Cel Rubens Del Nero

Cel Ronaldo Pimenta Carvalho

Cel Jarbas Guimarães Pontes

Cel Miguel Netto Armando

Cel Florimar Ferreira Coutinho

Cel Av Julio Cesar de Oliveira Medeiros

Cel.Av.Luís Mauro Ferreira Gomes

Cel Carlos Rodolfo Bopp

Cel Nilton Correa Lampert

Cel Horacio de Godoy

Cel Manuel Joaquim de Araujo Goes

Cel Luiz Veríssimo de Castro

Cel Sergio Marinho de Carvalho

Cel Antenor dos Santos Oliveira

Cel Josã de Mattos Medeiros

Cel Mario Monteiro Campos

Cel Armando Binari Wyatt

Cel Antonio Osvaldo Silvano

Cel Alédio P. Fernandes

Cel Francisco Zacarias

Cel Paulo Baciuk

Cel Julio da Cunha Fournier

Cel Arnaldo N. Fleury Curado

Cel Walter de Campos

Cel Silvério Mendes

Cel Luiz Carvalho Silva

Cel Reynaldo De Biasi Silva Rocha

Cel Wadir Abbês

Cel Flavio Bisch Fabres

Cel Flavio Acauan Souto

Cel Luiz Carlos Fortes Bustamante Sá

Cel Plotino Ladeira da Matta

Cel Jacob Cesar Ribas Filho

Cel Murilo Silva de Souza

Cel Gilson Fernandes

Cel José Leopoldino

Cel Evani Lima e Silva

Cel Antonio Medina Filho

Cel José Eymard Bonfim Borges

Cel Dirceu Wolmann Junior

Cel Sérgio Lobo Rodrigues

Cel Jones Amaral

Cel Moacyr Mansur de Carvalho

Cel Waine Canto

Cel Moacyr Guimarães de Oliveira

Cel Flavio Andre Teixeira

Cel Nelson Henrique Bonança de Almeida

Cel Roberto Fonseca

Cel Jose Antonio Barbosa

Cel Cav Ref Jomar Mendonça

Cel Nilo Cardoso Daltro

Cel Carlos Sergio Maia Mondaini

Cel Nilo Cardoso Daltro

Cel Vicente Deo

Cel Av Milton Mauro Mallet Aleixo

Cel José Roberto Marques Frazão

Cel Luiz Solano

Cel Flavio Andre Teixeira

Cel Jorge Luiz Kormann

Cel Aluísio Madruga de Moura e Souza

Cel Aer Edno Marcolino

Cel Paulo Cesar Romero Castelo Branco

Cel CARLOS LEGER SHERMAN PALMER

Capitão-de-Mar-e-Guerra Cesar Augusto Santos Azevedo

TCel Osmar José de Barros Ribeiro

T Cel Mayrseu Cople Bahia

TCel José Cláudio de Carvalho Vargas

TCel Aer Jorge Ruiz Gomes.

TCel Aer Paulo Cezar Dockorn

Cap de Fragata Rafael Lopes Matos

Maj Paulo Roberto Dias da Cunha

OFICIAIS SUBALTERNOS

2º Ten José Vargas Jiménez

Novas adesões serão acrescidas ao serem solicitadas pelo e-mail : marco.felicio@yahoo.com

Postado por Jorge Serrão às 00:20                        

Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar no Orkut

Reações:

2 comentários:

Ronald disse…

Obrigado aos verdadeiros defensores da Pátria !!!!
São manisfestos como esses que mantém  nos cidadãos comuns a esperança de um Brasil melhor, mais justo e livre da PTralhada escroque e escrota.
Obrigado Jorge pela publicação deste post.
Abçs

2:39 AM

José de Araújo Madeiro disse…

Serrão,

Repassando para você:

Repassando para LiliCarabina:

Aluízio Amorim,

Eles querem o quê? Confusão.

Os militares enfrentaram á Guerrilha urbana e rural. E os utopistas idiotas foram derrotados. Que roubaram armas dos quarteis, receberem tanto armas como dinheiro de Cuba e, ainda, mataram soldados recrutas, como o Mário Kozel Filho, etc. Foi uma Guerra Suja e perderam. Não existe Guerra Bonita, onde o feio é perder. E o vencedor conta a História.

Foram anistiados pelo Congresso, numa Lei Amplas e Irrestrita, para ambas partes.

Os militares deixaram o poder, sem reações, com o povo nas ruas pedindo eleições diretas. Os ladrões, mentindo para o povão, assumiram o comando do país, não os utopistas idiotas, porque estes são burros de carga, mas os que usam da utopia para enganar os trouxas, a exemplo do Sarney, do Lula e da Dilma Rousseff.

Agora, sucateiam as FFAA e continuam desmoralizando-as, com a desculpa descarada de resgatar a história brasileira, para transformarem em heróis bandidos como o Marigella e Lamarca.

Aproveitando a oportunidade para estabelecerem uma ditadura comunista para sustentar a economia fracassada de Cuba e sua ditadura assassina dos Irmãos Castro.

Os militares do Brasil se tiverem um mínimo de compostura não darão mais sustentação militar às manobras da Dilma, do Celso Boca-Torta e seus catervas.

E nós civis devemos atuar no meio do campo para deixar o PT no seu devido lugar, um partido de ladrões e insignificante, porque depende de conchavos, no cenário político do Brasil, que é uma República Federativa e de instituições fortes, amparadas por cidadãos decentes.

Att. Madeiro.

______________________________

Estamos cansados dos generais cagados, desmoralizados, sem sangue-nas-veias (como se diz na caserna), sem espírito guerreiro, sem  moral e sem sentimento de honra. CHEGA!

Não há como justificar tal procedimento, diante de uma agressão que já se faz constante. Tal desmoralização, sem reação máscula, firme, será transferida integralmente À TROPA, a TODOS OS MILITARES, TANTO DA ATIVA COMO DA RESERVA.

A Presidente da República não desautorizou as declarações públicas, ALTAMENTE ofensivas, de suas Ministras, preferindo tentar repreender os Presidentes dos Clubes Militares.

A Ministra Chefe da Secretaria de Direitos Humanos (sic) da Presidência da República, Maria do Rosário Nunes, que já calara a Polícia Militar de São Paulo (Site da Rota – Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), agora colocou as patas sobre os Comandantes da Forças, três oficiais Quatro Estrelas da Ativa das FFAA. Estes, como sempre estamos cansados de ver subservientemente, vergonhosamente, completaram a ação sobre os dóceis Presidentes de Clubes representativos das Três Forças.

EXIGIMOS RECOLOCAREM O MANIFESTO NOS PORTAIS DOS CLUBES MILITARES, DE ONDE JAMAIS DEVERIA TER SAÍDO.

Constata-se uma triste realidade: Uma desqualificada senhora, de passado sujo, segundo ela mesma, se não satisfeita, provoca uma ordem de sua companheira de cela e todos se curvam e obedecem subserviente e cegamente.

Vão ser cagados assim na casa da pqp.

E, O PIOR, É QUE, com esses caras, VAI FICAR POR ISSO MESMO!

Ten Cel EB REF  LICIO MACIEL

_____________________________

Comento:

Com todo o respeito, Excelências, permitam-me misturar sinceridade e polidez – no limite possível para um cavalariano (hehehe): os senhores estão chovendo no molhado, malhando e ferro frio, dizendo o que todos sabem e furtando-se de dizer o óbvio.

Senão vejamos:

O Clube Militar é uma associação civil, não subordinada a quem quer que seja, a não ser a sua Diretoria, eleita por seu quadro social, tendo mais de cento e vinte anos de gloriosa existência.”

Excelências, essa condição do Clube Militar é clara desde o início. Aliás, seu Estatuto está disponível em seu site. Este blog foi o primeiro a expor a questão, na postagem Dilma enquadra milicos e General Enzo manda apagar nota dos Clubes Militares. No dia 24/2, escrevi:

Comento:Cadê a nota que estava lá? A Dilma comeu. Os generais de pijama botaram o rabinho entre as pernas e retiraram do ar o texto, que constava no site dos Clubes Militar, Naval e da Aeronáutica. É a desmoralização dos milicos descendo a ladeira.

O pior é que os presidentes dos Clubes Militares têm todo o direito de se manifestar. Confira:

Estatuto do Clube MilitarArt. 1º – O Clube Militar, fundado em 26 de junho de 1887, neste Estatuto denominado Clube, com a sede principal na Av. Rio Branco nº 251 e foro na cidade do Rio de Janeiro, é uma associação de direito privado sem fins lucrativos, de caráter representativo, assistencial, social, cultural, esportivo e recreativo, com atuação em todo território nacional. Possui ainda sedes esportivas na Rua Jardim Botânico nº 391 – Rio de Janeiro/RJ e Av. dos Astros nº 155 – Praia do Foguete – Cabo Frio/RJ.”
LEI No 7.524, DE 17 DE JULHO DE 1986.“Dispõe sobre a manifestação, por militar inativo, de pensamento e opinião políticos ou filosóficos. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:Art 1º Respeitados os limites estabelecidos na lei civil, é facultado ao militar inativo, independentemente das disposições constantes dos Regulamentos Disciplinares das Forças Armadas, opinar livremente sobre assunto político, e externar pensamento e conceito ideológico, filosófico ou relativo à matéria pertinente ao interesse público.Parágrafo único. A faculdade assegurada neste artigo não se aplica aos assuntos de natureza militar de caráter sigiloso e independe de filiação político-partidária.Art 2º O disposto nesta lei aplica-se ao militar agregado a que se refere a alínea b do § 1º do art. 150 da Constituição Federal.Art 3º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.Art 4º Revogam-se as disposições em contrário.Brasília, 17 de julho de 1986; 165º da Independência e 98º da República.JOSÉ SARNEY Henrique Saboia Leônidas Pires Gonçalves Octávio Júlio Moreira Lima”Os militares da reserva merecem uma explicação dos presidentes dos órgãos que, em tese (cada vez mais, apenas em tese) deveriam ser a sua voz. 

Excelências, sua nota diz que “O Clube Militar não se intimida…” Claro que não, senhores. Por seu Presidente (creio que seja o representante da entidade, pois não?) o Clube já intimidou-se, omitiu-se, voltou atrás.
“Em uníssono, reafirmamos a validade do conteúdo do Manifesto publicado no site do Clube Militar, […] e dele retirado por ordem do Ministro da Defesa, a quem não reconhecemos qualquer tipo de autoridade ou legitimidade para fazê-lo.”
Os senhores não precisam reconhecer nada, Excelências. Seu Presidente já o fez, deletou e desautorizou a nota que ele mesmo assinou.

Em seu alerta, eivado de indignação, Excelências, não há uma vírgula a respeito da atitude do Presidente do Clube Militar. Será essa indignação seletiva? Estarão vossas Excelências, inadvertidamente (ou não?) adotado a tática petralha de desqualificar apenas quem lhes interessa, resguardando os seus?

É com manifestações desse quilate que pretendem reafirmar sua condição de comandantes? Melhor esperarem sentados, senhores.

(a) 2º Tenente QAO Adm/G (Cav) RRm Ricardo Montedo dos Santos
(um dos milhares de militares que não assinaram este alerta (seletivo) à Nação).

_______________________________

NOTA: o endereço para adesão é

marco.felicio@yahoo.com.br

Mostre que você não é melancia nem cagado: mande sua msg de adesão. E durma tranquilo…

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s